A Prefeitura do Recife e o Conselho Municipal de Meio Ambiente publicaram o decreto 34.113/20 que põe em risco a área verde e o patrimônio histórico da Tamarineira ao permitir a construção de prédios de até oito andares. Vamos pressionar Geraldo Júlio e o COMAM e mostrar que as empreiteiras não podem mandar na cidade!


A Prefeitura do Recife e o COMAM, Conselho Municipal de Meio Ambiente, editaram um decreto para permitir a construção de prédios na Tamarineira, uma área da cidade que é tombada, tanto pela sua importância histórica, como ambiental!

Com o decreto, é possível a construção de prédios com até 8 andares, bem como a demolição e erradicação da cobertura verde. Isso é ilegal, feito sem transparência, sem participação e, como de costume, beneficia os interesses de projetos imobiliários privados.

Por isso, antes que mais um patrimônio seja perdido em nome dos interesse das empreiteiras, precisamos nos mobilizar e mostrar que a sociedade civil tem outro plano para aquela região. Vamos pressionar e exigir que o Prefeito Geraldo Julio revogue agora mesmo o decreto que pode fazer com que mais um patrimônio histórico do Recife seja destruído. Pressione agora e exija a Revogação do decreto!



Tamarineira, Zona Norte do Recife













Articulação Recife de Luta

CAUS
Cendhec
CPDH




















Por que entramos nessa?

A Rede Meu Recife luta por uma cidade mais sustentável, participativa e onde todos tenham acesso às áreas verdes da cidade. O Decreto nº 34.113/20, que estabeleceu parâmetros que possibilitam a construção de edificações de até 8 andares no Parque da Tamarineira, além de não contar com a participacão dos recifenses no projeto do Parque, faz o jogo de interesse das grandes empreiteiras. A cidade já foi entregue demais nas mãos dos interesses imobiliários. Agora é a nossa vez dizer que cidade queremos!